O futebol corinthiano que você respeita…

O torcedor corinthiano está de bem com a vida, aproveitando a onda de boas apresentações e de quatro vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. Fábio Carille vem mostrando que seu dia a dia de trabalho com o grupo de jogadores vem surtindo efeito, e mesmo com desfalques por conta das lesões e convocações para seleções o timão vem dando conta do recado.

Tanto no jogo de ontem em São Januário contra o Vasco da Gama, como no clássico em Itaquera contra o Santos, o Corinthians mostrou grande evolução em seu setor ofensivo,  mérito da paciência, conhecimento e humildade de Carille, que tem conquistado os jogadores a cada dia. Para dizer a verdade a torcida também anda bem surpresa com o treinador.

Fato é que, contra o Vasco, mesmo sem Rodriguinho, Fagner, Balbuena e Romero  e com as entradas de Marquinhos Gabriel, Paulo Roberto improvisado na lateral, Pedro Henrique e Clayson o timão se impôs e aplicou uma goleada de 5 a 2 mesmo fora de casa. Destaque para a ótima atuação de Marquinhos Gabriel, sim ele mesmo, o garotinho parece que acordou e enfim deve começar a escrever uma nova história com a camisa alvinegra.

Esse jogo serviu para mostrar o quanto o contestado elenco corinthiano pode render e surpreender muita gente neste campeonato.  A verdade é que já abrimos nove pontos de vantagem para o “favorito” Palmeiras e sete pontos em relação a Atlético Mineiro e Flamengo outros postulantes ao título. Assim sendo, teremos uma “gordurinha” para queimar mais a frente no campeonato.

Hoje enfrentaremos o São Paulo em nossa Arena, com toda certeza estará lotada para empurrar o timão pra cima do tricolor paulista, esperamos que esse série de dezenove jogos invicto continue por um longo tempo.

Abraços e vai Corinthians!!

Comente aqui...

comentário

Maria Marques

Apaixonada pelo Cruzeiro desde criança, quando assistia aos jogos sentada ao chão junto ao meu pai que me ensinou a vibrar, xingar, reclamar, desistir, retornar, defender e atacar. Pra mim "Existe um grande clube na cidade​/que mora dentro do meu coração​/eu vivo cheio de vaidade​/pois na realidade é um grande campeão​"!