Deixando o clubismo de lado…

… irei fazer uma análise meticulosa dos times da Série A, buscando projetar quem serão aqueles que integrarão, respectivamente, o G6 e Z4.

Como bom matemático, gosto de analisar os números antes de dar qualquer palpite, mesmo sabendo que o futebol não é uma ciência exata (a imprevisibilidade é uma das características que torna esse esporte fascinante). Assim, estudo o desempenho das equipes nas suas respectivas competições estatuais, embora, na minha opinião, elas não sejam lá grande coisa, contudo podem ser úteis (não sou extremista como o atacante Fred, nos seus tempos de Fluminense). Analiso como os times se portam em uma competição de pontos corridos, mesmo que por um curto período de tempo.

Além disso, os elencos dizem muito sobre o desempenho das equipes na competição, não só no sentido de ter craques, mas também de possuir peças de reposição, para casos de contusão, expulsão e, até mesmo, cansaço por disputa da Libertadores e da Copa do Brasil.

Sem mais delongas, vamos aos meus palpites.

G6
Posição Time Análise
Flamengo Sem clubismo (ok! com um pouco de clubismo). As três primeiras posições foram as mais difíceis de escolher, digo pela ordem. Creio que os clubes são bem parecidos em questão de qualidade de jogadores titulares e reservas, com uma vantagem, atualmente, para o Palmeiras, a qual pode ser tirada pelo retorno de contusão dos meias Conca e Ederson e a, possível, chegada de Everton Ribeiro. Destaque para a integração do jovem Vinícius Júnior ao elenco titular.
Palmeiras O atual campeão brasileiro continua a ser o time a ser batido e respeitado, a ascensão do clube nos últimos anos é inquestionável, difícil não vê-lo encabeçando a tabela.
Atlético-MG Possui um forte time titular e boas peças de reposição, além de um ótimo técnico, que ainda briga para conquistar um título de expressão.
Corinthians Possui um time muito consistente defensivamente, e graças aos empates fora de casa e as vitórias em Itaquera conquistará essa vaga.
Grêmio Renato Gaúcho tem em mãos um bom time, último campeão da Copa do Brasil, mas pelo desempenhos nos últimos anos não consigo ver o time em uma posição maior do que essa (pra mim os times do sul são os times que atrapalham os que buscam ser campeões, mas nunca levam o título).
São Paulo O mito Rogério Ceni chega desacreditado para o Brasileirão, apesar de ter muita moral dentro da casa. Creio que o time precise amadurecer e se organizar taticamente (como foi com Zé Ricardo no Flamengo). É um dos times que tem mais espaço para crescer dentre os times da Série A, não seria absurdo vê-los nessa posição.

 

Agora, a turma da zona da degola…

 

Z4
Posição Time Análise
17° Vasco Dessa vez não é clubismo (ou será que é?!). Acredito que o time não conseguirá se manter na Série A, principalmente pela figura de Eurico Miranda, que consegue destabilizar todo o time. Parece estranho, mas é assim que eu vejo. Ele acredita que maior que o clube, e a forma que conduz o time não ajuda muito.
18° Bahia Não tenho muito a dizer dos times, mas os considero os que menos tem chace de conseguir uma manutenção na Série A.
19° Atlético-GO
20° Avaí

 

Bem, é isso galera. Para falar de outros times é necessário um pensamento mais frio, nas próximas postagens, quando falar do Mengão prometo uma análise mais calorosa. Até a próxima.

Brythnner Monteiro

Brythnner Monteiro

Um apaixonado pelo o futebol, que carrega do lado esquerdo do peito um coração rubro com listras pretas. A paixão pelo time com maior torcida do muito (antis dirão que é mentira) vem de berço. Quando criança era coagido a torcer para outros times, anos depois, com maturidade e consciência, foi possível discernir sobre os diferentes times e fazer parte da urubuzada. Nas horas de "lazer" sou professor de Matemática e Robótica.
Brythnner Monteiro

Últimos posts por Brythnner Monteiro (exibir todos)

Comente aqui...

comentário

Brythnner Monteiro

Um apaixonado pelo o futebol, que carrega do lado esquerdo do peito um coração rubro com listras pretas. A paixão pelo time com maior torcida do muito (antis dirão que é mentira) vem de berço. Quando criança era coagido a torcer para outros times, anos depois, com maturidade e consciência, foi possível discernir sobre os diferentes times e fazer parte da urubuzada. Nas horas de "lazer" sou professor de Matemática e Robótica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.