Já comprou seu desfibrilador?

Embora Eduardo Batista tenha deixado o Palmeiras na liderança de seu grupo na libertadores, o time não vinha fazendo boas apresentações táticas/técnicas. O Palmeiras jogava no esquema 4-abismo-5-abismo-1, que acabou queimando vários jogadores que antes eram unanimidade para a torcida. Borja, a grande contratação do ano, vinha jogando extremamente isolado no ataque e foi substituído várias vezes pelo Willian (que joga melhor como segundo atacante ou pelas pontas).

Sem apresentar perspectiva de melhora, a direção optou pela volta do Cuca, que terá que readaptar o time ao Cucabol. Graças ao “ótimo” calendário brasileiro, nos próximos 3 meses o Palmeiras não terá praticamente nenhum dia para treinar, pois vai jogar a cada 3,3 dias. O novo técnico tem a difícil missão de recriar uma espinha dorsal, aproximando mais as linhas, melhorando o sistema defensivo e a ligação defesa-ataque. Tudo isso apenas no gogó, sem treinos, entre jogos importantes do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores e rodando elenco. Já comprou seu desfibrilador para conseguir chegar no fim do ano e comemorar o bicampeonato e/ou a libertadores?

Iniciando neste domingo contra o Vasco, eu espero:

  • Escalação: Prass. Jean, Mina, Dracena e Zé. Felipe Melo, Tche Tche e Guerra. Dudu, Willian e Borja.
  • Placar: Palmeiras 2 x 0 Vasco (com Borja marcando um tento)
  • Melhora no sistema defensivo
  • Início da volta da marcação pressão na defesa do adversário
  • Dificuldade na saída de bola
  • Time um pouco mais compacto

Edim

Cientista da computação pós graduado em Cartola FC, mestre em FIFA, doutor em futebol de fds e phd em Sociedade Esportiva Palmeiras

Últimos posts por Edim (exibir todos)

Comente aqui...

comentário

Edim

Cientista da computação pós graduado em Cartola FC, mestre em FIFA, doutor em futebol de fds e phd em Sociedade Esportiva Palmeiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.