Poeminha para o Choque-Rei

Choque-Rei, um clássico imortal

Saudações são-paulinas,

Nesta gostosa véspera de clássico, divido com todos um poeminha que fiz. Ele veio em inspiração, suavemente, nas minhas andanças na arquibancada do Morumbi à luz do luar e dos refletores do melhor e maior estádio particular do mundo.

Amanhã, eu sei.
O que o Tricolor tem.
É dia de Choque-Rei
e há de se jogar bem.

Na paz, na humildade.
Apesar das diferenças,
não pode ter violência,
em nossa rivalidade.

Por isso, torcedor,
não hesite nem uma vez.
Apoie o nosso Tricolor
e respeite o nosso freguês.

Paz nos estádios e que no clássico vença o São Paulo!

Um até breve do Gato do Velódromo!

Comente aqui...

comentário

Maria Marques

Apaixonada pelo Cruzeiro desde criança, quando assistia aos jogos sentada ao chão junto ao meu pai que me ensinou a vibrar, xingar, reclamar, desistir, retornar, defender e atacar. Pra mim "Existe um grande clube na cidade​/que mora dentro do meu coração​/eu vivo cheio de vaidade​/pois na realidade é um grande campeão​"!