Tabu mantido, tabu quase quebrando

Fortes emoções?

Saudações tricolores aos são-paulinos de ressaca nesta quinta-feira!

Nada de novo no front do Clube da Fé. Apesar de me manter sempre confiante, assisti o jogo de ontem me protegendo com a minha cauda. Afinal, gato ressabiado se enfurna todo diante da desconfiança.

Era um tabu ontem. Vencer na Arena da Baixada aqueles que vencemos na Libertadores de 2005. Continua um tabu: Atlético-PR 1 x 0 São Paulo.

Novamente uma falha na zaga e um meio-campo que se desorganiza sem direção e comando. Cícero é um anarquista com a camisa 10 e isso só nos prejudica.

Com isso, a manutenção do tabu ontem pode levar à quebra de um tabu em breve: a demissão do M1to. Rogério Ceni nunca foi demitido do São Paulo em quase 25 anos de casa.

Tal como diz PVC em seu blog: “As cinco derrotas nas primeiras nove rodadas do Brasileirão, pior desempenho da era dos pontos corridos e seqüência negativa recorde desde 1999, serviram para aumentar muito a pressão por sua saída. Antes incontestável, agora Rogério tem seu nome na mesa da diretoria com reclamações de conselheiros próximos ao presidente Leco“.

Resta ver o que vai acontecer. Talvez este campeonato seja muito mais que uma luta pelo título, mas sim pelo imaginário recente do São Paulo.

Comente aqui...

comentário

Maria Marques

Apaixonada pelo Cruzeiro desde criança, quando assistia aos jogos sentada ao chão junto ao meu pai que me ensinou a vibrar, xingar, reclamar, desistir, retornar, defender e atacar. Pra mim "Existe um grande clube na cidade​/que mora dentro do meu coração​/eu vivo cheio de vaidade​/pois na realidade é um grande campeão​"!