Castigo merecido na Ilha

Breno “Foguinho” errando o posicionamento de novo; e o nosso goleirão fica como?! (Foto: Carlos Gregório Jr/site oficial do Vasco)

O ex-treinador e hoje comentarista Murici Ramalho, em momento de desabafo pós-jogo, disparou uma frase que resume bem o que aconteceu na Ilha do Retiro, em Recife, na noite desta segunda-feira, dia 25, na partida que fechou a 25a rodada do Brasileirão 2017: “A bola pune!”

É com esta certeza que o vascaíno olha para a tabela de classificação e vê que seu time perdeu uma chance enorme de conquistar mais dois pontos em um jogo em que esteve por mais de 70 minutos com um atleta a mais em campo e diante de um adversário totalmente vulnerável, pressionado pela torcida e nitidamente com os nervos à flor da pele. Se contra o Corinthians não deixamos o gramado de Itaquera com um empate que seria muitíssimo bem-vindo – e justo, pelo que foi a partida – graças à atuação decisiva dos jogadores extras que o líder do campeonato tradicionalmente costuma ter, desta vez o prejuízo deve ser colocado na conta dos nossos jogadores mesmo e na de um treinador que “teve medo de ser feliz”.

Com o placar favorável e tendo vantagem também na quantidade de atletas, o óbvio a fazer no segundo tempo seria apostar nos contragolpes e dar uma nova chance ao garoto Paulo Vitor, ao invés de insistir no tal do Andrés “Gusttavo Lima” Ríos, o atacante que consegue passar 90 minutos sem dar sequer uma finalização. Mas os moleques que saíram do banco foram Guilherme Costa e Andrey, justamente os protagonistas das duas oportunidades claríssimas de gol desperdiçadas em sequência aos 32 minutos do segundo tempo.

Isso aconteceu poucos minutos após mais uma lambança da péssima arbitragem brasileira: Sandro Meira Ricci iria errar feio ao marcar um pênalti no lance em que a bola explodiu no corpo de Anderson Martins, mas voltou atrás na decisão após ter sido avisado pelo bandeirinha Marcelo Van Gasse – que estava a milhas de distância, mas tem olhos de lince. Óbvio que houve interferência externa e isso ainda não é permitido pela regra. Não é porque o meu time foi beneficiado desta vez, que vou ser hipócrita de dizer que está tudo certo.

Não está. Assim como não está tranquila a situação nem mesmo do atual 8o colocado deste campeonato. Apenas seis pontos separam ele, o Atlético-PR, do São Paulo, o 17º e que abre o grupo dos quatro líderes na disputa que ninguém quer ganhar: a das vagas para a Série B de 2018.

O gol do nosso refugo André Balada, aos 39 do segundo tempo, em mais uma falha de marcação de Breno Foguinho, deixou o Gigante da Colina com 32 pontinhos e na nona posição. A boa notícia é que finalmente vamos partir para o último duelo como mandante precisando cumprir a punição estipulada pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Na tarde do próximo sábado, dia 30, os portões de São Januário novamente estarão fechados para o público, porém que a Chapecoense não espere um ambiente tranquilo e silencioso. Certamente as ruas do entorno no nosso templo sagrado estarão repletas de torcedores. Esta gente sofrida que tanto ama este clube e que tantas alegrias já teve com ele. Gente que merece voltar a ser feliz e que sabe que isso só vai acontecer quando a ditadura mirandista finalmente chegar ao fim. Oxalá seja daqui a dois meses!

 

#SOLADADOBACALHAU: esta quarta-feira é “dia de Maria”! Boooooooooooraaaaaaaaa, zêêêêêêêêrooooooooo!!!

Hermom Dourado

Hermom Dourado

Jornalista da Universidade Federal de Uberlândia, assessor de imprensa do Esporte Clube Rio Verde na memorável campanha do rebaixamento no Goianão 2013, e a prova viva de que o hino do Flamengo é uma farsa, pois nasceu urubu e tem plena convicção de que será Vasco - e não apenas até morrer, mas - por toda a eternidade!!!
Hermom Dourado

Últimos posts por Hermom Dourado (exibir todos)

Comente aqui...

comentário

Hermom Dourado

Jornalista da Universidade Federal de Uberlândia, assessor de imprensa do Esporte Clube Rio Verde na memorável campanha do rebaixamento no Goianão 2013, e a prova viva de que o hino do Flamengo é uma farsa, pois nasceu urubu e tem plena convicção de que será Vasco - e não apenas até morrer, mas - por toda a eternidade!!!