Seria Alexandre Campello (ao centro, falando ao microfone) o nosso messias? (Foto: Caio Blois/Reprodução GloboEsporte.com)

Leio no GloboEsporte.com matéria dando conta de que os grupos de oposição, encabeçados pelo médico Alexandre Campello, estão se unindo para finalmente tirar da presidência do Vasco Eurico Miranda e seus comparsas. A votação da próxima eleição do clube está marcada para novembro.

Que Deus e São Januário ajudem todos os que estão nesta empreitada, pois a missão é tão necessária quanto difícil. A lealdade dos eleitores fantasmas ao grupo mirandista é tão grande quanto o cinismo do sr. Michel Miguel Elias Temer Lulia ao dizer que foi “ingênuo” ao receber uma certa visita altas horas da noite no Palácio do Jaburu.

Crise política nacional à parte, voltando a focar na realidade vascaína, o fato é que apenas com uma nova filosofia de trabalho e um choque de gestão empreendidos por dirigentes que sejam antenados com o cenário atual do mundo do futebol, o Club de Regatas Vasco da Gama vai voltar a ser o “gigante” que já foi por tanto tempo – e que atualmente não passa de mero termo de marketing utilizado na vã tentativa de atrair sócios a um clube cujo cartola principal não goza de nenhuma credibilidade.

Comente aqui...

comentário