Mãe Edim

É comum antes da primeira rodada do Brasileirão brincarmos um pouco de Mãe Dináh, então sem mais delongas:

Palmeiras Sem clubismo: será bicampeão!
Flamengo O cheirinho vai ficar mais forte… e só
Atlético – MG Galo doido tem um ótimo elenco e o Roger vai fazer um belo trabalho
Cruzeiro Eu acho o elenco bom, falta o Mano acertar a mão
Corinthians Difícil admitir, mas hoje é o esquema tático mais consistente do Brasil
Santos Dessa vez não vão conseguir o vice de sempre
17º Vasco Vai faltar perna na parte final do campeonato e vai cair
18º Vitória Não vai ter vitória
19º Avaí Já era Guga
20º Atlético – GO Não vai ser dessa vez

Já comprou seu desfibrilador?

Embora Eduardo Batista tenha deixado o Palmeiras na liderança de seu grupo na libertadores, o time não vinha fazendo boas apresentações táticas/técnicas. O Palmeiras jogava no esquema 4-abismo-5-abismo-1, que acabou queimando vários jogadores que antes eram unanimidade para a torcida. Borja, a grande contratação do ano, vinha jogando extremamente isolado no ataque e foi substituído várias vezes pelo Willian (que joga melhor como segundo atacante ou pelas pontas).

Sem apresentar perspectiva de melhora, a direção optou pela volta do Cuca, que terá que readaptar o time ao Cucabol. Graças ao “ótimo” calendário brasileiro, nos próximos 3 meses o Palmeiras não terá praticamente nenhum dia para treinar, pois vai jogar a cada 3,3 dias. O novo técnico tem a difícil missão de recriar uma espinha dorsal, aproximando mais as linhas, melhorando o sistema defensivo e a ligação defesa-ataque. Tudo isso apenas no gogó, sem treinos, entre jogos importantes do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores e rodando elenco. Já comprou seu desfibrilador para conseguir chegar no fim do ano e comemorar o bicampeonato e/ou a libertadores?

Iniciando neste domingo contra o Vasco, eu espero:

  • Escalação: Prass. Jean, Mina, Dracena e Zé. Felipe Melo, Tche Tche e Guerra. Dudu, Willian e Borja.
  • Placar: Palmeiras 2 x 0 Vasco (com Borja marcando um tento)
  • Melhora no sistema defensivo
  • Início da volta da marcação pressão na defesa do adversário
  • Dificuldade na saída de bola
  • Time um pouco mais compacto

Palpites do Mulambo: G-6 e Z-4

Para fomentar a resenha e a posterior zueira fomos convocados a deixar nossas projeções de tabela para esse campeonato. Já vou deixar as minhas antes que comece, pra não dizer que estou trapaceando.

Os times que deixarão a Série A em 2018 serão:

20º – Avaí – será o saco de pancadas do ano.

19º – Atlético Goianiense – Ainda não aguenta o tranco da elite.

18º – Coritiba – Sempre figurando aqui embaixo, dessa vez vai, infelizmente.

17º – Bahia – Não vejo força no elenco deles pra suportar a pressão.

É, o Vaixcão dessa vez ficará na primeirona por mais tempo. Chapecoense vai passar um aperto, mas se safará no fim.

 

Quem vai se dar bem serão:

6º – Fluminense – a molecada deles deu um trabalho esquisito pra gente, vão morder a última vaga pra Liberta.

5º – Botafogo – Jair Ventura, o Simeone brasileiro, vai dar conta novamente de levar o foguinho adiante.

4º – Atlético Mineiro – Sempre lá em cima, o Galão da massa vai bem na Libertadores e não disputará o título do Brasileirão.

3º – Palmeiras – Não estou louco. Acredito que o foco seja o torneio continental também, que tem tudo para levarem.

2º – São Paulo – Apesar das recentes eliminações, eu acho esse time muito consistente. Pratto e Cueva são bem acima da média e levarão o tricolor novamente às Américas.

1º – Flamengo – Claro, com um pouco do básico clubismo e torcida. Mas não está muito fora da curva esse palpite, o elenco é grande e qualificado, teremos a Arena da Ilha para formar um caldeirão e a torcida vai apoiar. O HEPTA virá, já sinto o cheirinho.

Que comecem os jogos.

 

Avante, mulambada!

Expectativas rubro-negras

E vai começar o Campeonato Brasileiro 2017, finalmente!

Pra nós flamenguistas a expectativa é grande, não é mesmo?

Pois é exatamente o que eu percebo ao conversar com qualquer um rubro-negro, vamos listar as razões:

1 – Fazia tempo que não víamos um elenco tão recheado de peças de substituição à altura dos titulares.

2 – Um ótimo campeonato em 2016, até mesmo além das expectativas do começo do ano, e houve manutenção dos jogadores mais importantes.

3 – Finalmente nosso centro avante começou a jogar o que sabe. Guerrero está numa fase incrível, como só pudemos ver anteriormente no Corinthians. Me arrisco a dizer que nesse começo de ano ele está ainda melhor do que na época que jogava em São Paulo.

4 – Temos um meia, camisa 10, de verdade, no qual podemos confiar. Diego se destacou no retorno ao Brasil no Flamengo, tanto que esteve figurando nas últimas convocações do Tite (quem é Guardiola perto desse homão da porra?).

5 – Apesar de não servir de base, fomos campeões invictos do (tosco) Campeonato Carioca. Pelo menos serve pra trazer alguma confiança, afinal, não perdemos nenhum clássico.

É, da até pra olhar para essa imagem e começar a sonhar com mais um título.

Será?

Devemos lembrar que na Libertadores não sobramos, nenhum ponto fora de casa ainda, e nos jogos em casa não podemos dizer que convencemos, apesar dos placares elásticos contra os estrangeiros. Vamos com calma, o ano está só começando e a empolgação pode virar decepções de uma hora pra outra. Sou um grande entusiasta da diretoria e elenco atuais, mas ainda fico com um pé atrás quando se fala em efetividade do futebol flamenguista recente. Espero não assistir mais um vexame na Libertadores, como aconteceu nas últimas participações, para terminarmos o primeiro semestre por cima e, aí sim, começar a pensar grande.

Avante, mulambada!

(Se nos chamam assim pejorativamente, podemos assimilar o “apelido” de maneira positiva. Aqui é torcedor raiz, mulambo mesmo, que sejam gourmet os botafoguenses e tricolores.)

Rola a bola: projeção para G6 e Z4

Botafoguense é supersticioso e, no geral, desconfiado.

Como torcedor não gosto de ver o Glorioso enfrentando times do sul do país. Na primeira rodada e fora de casa então, nem se fala. A triste eliminação para o Figueirense da Ana Paula na Copa do Brasil de 2007 e para o próprio Grêmio nas oitavas da Libertadores de 1996 colaboraram pra isso. Mas domingo estaremos lá enfrentando o Tricolor Gaúcho.

Sem dúvida alguma o Botafogo começa o esse campeonato muito melhor que no ano passado, quando voltávamos do ingrato lugar que não tem espaço para nossa imensa tradição.

Disputando a Copa do Brasil e a Libertadores da América o Glorioso tem muito mais motivos para ser otimista agora, mas não dá pra ignorar que tivemos resultados pífios nos clássicos do (fraco) Campeonato Carioca e nosso elenco possui sérias limitações. Sendo bem realista disputaremos o meio da tabela: entre 7º e 10º caso o panorama não se altere muito.

E o que dizer dos nosso adversários? Aqui vai meu palpite para o Brasileirão desse ano.
Para acesso à Libertadores e a Pré, meu palpite, baseado sobretudo no elenco e no futebol apresentado até agora, ficam Palmeiras, Atlético Mineiro, Flamengo, Corinthians, Grêmio e Santos.

Para o rebaixamento aqueles que teriam, obviamente, maior dificuldade em manter o time num campeonato tão longo: Chapecoense, Coritiba, Atlético Goianiense e Avaí. Vale lembrar que o Botafogo era dado como provável rebaixado no ano passado e subimos para o mais importante campeonato entre clubes da América, não dá pra subestimar ninguém  😉

Saudações Alvinegras!

Brasileirão vem ai Tricolores

 Brasileirão começa esse final de semana e o primeiro desafio do São Paulo é contra o Cruzeiro.

O São Paulo vem de um empate com Defensa y Justicia por 1 a 1 que resultou na eliminação na Copa Sul-americana.

O Tricolor jogou bem até os 5 minutos do primeiro tempo e já marcou com Thiago Mendes. No entanto,  logo em seguida, aos 10 minutos do primeiro o Defensa y Justicia chegou ao empate com Castellani.

Depois disso, o que se viu foi um time perdido em campo com muitos erros de passes e pouca objetividade. O Defensa y Justicia jogou o seu jogo e durante o jogo teve duas oportunidades para marcar. Uma o Renan Ribeiro pegou e a outra foi pra fora.

Melhores tricolores da partida Renan Ribeiro, Lucas Pratto, Jucilei e Thiago Mendes. Os únicos que estavam representando a camisa do São paulo com garra e vontade. Os outros fizeram um jogo apático.

É a Terceira eliminação do São Paulo no ano e todas as eliminações apenas no primeiro semestre.

A primeira na Copa do Brasil para o Cruzeiro e a segunda no Campeonato Paulista para o Corinthians.

– É óbvio que o resultado não era o que a gente esperava, é decepcionante. Mas o apoio (ao Rogério Ceni) é total. A gente acredita em oportunidade. O São Paulo não tem intenção de trocar de técnico o tempo inteiro. O trabalho dele é muito sério, os jogadores estão muito fechados com ele. Não temos a menor dúvida de que vamos dar a volta por cima no Brasileiro. O resultado não agrada, mas o que a gente promete à torcida é muito trabalho. Ele não veio para passar quatro meses e sair. Isso é bobagem. Ele é inquestionável – afirmou Pinotti.(fonte: Globoesporte.com.
O São Paulo terá só um campeonato pra jogar nesse segundo semestre. Serão 38 rodadas do brasileirão, espero que Rogério Ceni encontre um jeito de jogar e volte a dar alegria a essa torcida que esta desde 2012 sem ganhar um titulo.
Confira a lista dos 10 primeiro jogos do São Paulo no Brasileirão 2017
1ª – 13/5
Cruzeiro x São Paulo

2ª – 20/5
São Paulo x Avaí

3ª – 27/5
São Paulo x Palmeiras

4ª – 3/6
Ponte Preta x São Paulo

5ª – 7/6
São Paulo x Vitória

6ª – 10/6 ou 11/6
Corinthians x São Paulo

7ª – 14/6 ou 15/6
Sport x São Paulo

8ª – 17/6 ou 18/6
São Paulo x Atlético-MG

9ª – 21/6 ou 22/6
Atlético-PR x São Paulo

10ª – 24/6 ou 25/6
São Paulo x Fluminense

Alô, Ponte Preta! Faltou levar o brinde

Rodrigo Ponte Preta
Foto: Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco

Zoeira à parte, Rodrigo foi muito útil ao clube em campo até a primeira metade de 2016. Desde então, só foi produtivo com as palavras, sobretudo criando polêmicas com os rivais. Já estava mesmo mais do que na hora de zarpar de São Januário. Pobre macaquinha, que também levou o fanfarrão Emerson Sheik. Pelo visto, a grande meta do clube de Campinas é conseguir na Segundona de 2018 o primeiro título de sua história…

 

#SOLADOBACALHAU: não sabia que o Cruzeiro tinha contratado o Edmundo para a função de treinador de cobranças de pênaltis

Mas que raio de nome é este que o bacalhau escolheu pra coluna dele?

Nos momentos de conquista, nosso amado ditador se acha o único no direito de puxar o tradicional grito de guerra. (Foto: reprodução/ site Casaca)

Agradecendo ao amigo e colega de trabalho Cristiano Alvarenga pelo convite para integrar a equipe de colunistas deste site, faço questão de registrar na minha primeira postagem o motivo de ter escolhido “Mural do Fuzarqueiro” como o nome para o espaço em que falarei sobre o Club de Regatas Vasco da Gama – que tantas alegrias já me deu, mas ultimamente só as tem proporcionado em momentos esporádicos; particularmente quando o adversário em questão é “um certo sem-teto rubro-negro”.

O termo “Mural” é porque a ideia é ser um espaço para análises informais, exposição das minhas opiniões e o melhor: muitas provocações. O canal estará sempre aberto também para comentários com gozações de torcedores rivais, pois entendo que a graça do futebol está justamente nesta gangorra de momentos e inversões de papéis – numa hora podemos sacanear e na outra, temos que aturar as zoeiras alheias. E que tudo se resuma às saudáveis brincadeiras entre amantes do esporte bretão! E que a paz, o respeito e a amizade sempre prevaleçam!

Quanto ao “Fuzarqueiro”, é uma alusão ao “Casaca”, o famoso grito de guerra sempre presente nas comemorações dos nossos títulos. A “Turma da Fuzarca” eram os nossos remadores multicampeões na década de 1920. Existem duas versões mais propagadas para a origem deste grito e elas foram apresentadas em uma postagem no blog Sempre Vasco.

O que não tem polêmica é a tradição institucionalizada assumida pelos versos “Ao Vasco nada?/ Tudo!/ Então como é que é que é que é?/ Casaca! Casaca!/ Casaca, zaca, zaca!/ A turma é boa!/ É mesmo da fuzarca!/ VASCO! VASCO! VASCO!”. Aquele senhor pusilânime que se acha dono do clube – e que, com certeza, ainda será muito questionado neste espaço – já falou ao programa “Redação SporTV” sobre como a relevância desta tradição é ensinada desde as categorias de base:

 

Fecho este post inaugural com uma seção que sempre estará nos rodapés dos meus textos e que pretende ser polêmica…

#SOLADADOBACALHAU: Três anos depois daquele gol impedidaaaaaaaaaço do Marcio Araújo tirar das nossas mãos o troféu do Carioquinha de 2014 (aquele da famosa frase “Roubado é mais gostoso”), eis que na mesma baliza o assoprador de apito deixa de marcar uma falta clara do Rever no Henrique e depois comemora o gol do Guerrero.; quando será que aquele timeco vai ganhar algum título sem ressalvas, gente?!

 

Decepção Cruzeirense

Atlético 2 x 1 Cruzeiro

O Cruzeiro decepcionou sua torcida ao aceitar a pressão do Atlético Mineiro no Independência na tarde do último domingo, 07 de maio, na final do Mineiro.

Depois de empatar em 0 x 0 no Mineirão, com o mando de campo, em um jogo sem empolgação o Cruzeiro teve dificuldades para marcar e enfrentar a organização e recuo do Galo. Com a derrota por 2 x 1 esta é a terceira temporada, da Celeste, sem ganhar o estadual.

Thiago Neves, apagado, e Rafael Sóbis, em posição diferente, contribuíram para piorar a atuação do time na final. Henrique e Ramon Ábila foram os destaques positivos da partida que, ainda, motivam o torcedor a acreditar que “O Maior de Minas” está vivo para as outras competições.

E agora?

Na coletiva de imprensa, pós jogo, Mano Menezes reforçou que o trabalho continua com o aprendizado e o grupo deve focar na Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, com jogo na próxima quarta-feira.

Próximos jogos:

10/05

COPA SUL-AMERICANA

Horário: 19:15

NCN×CRU

 

14/05

CAMPEONATO BRASILEIRO

Horário: 16:00

CRU×SAO

 

Cruzeiro vem forte para o Campeonato Brasileiro

O Cruzeiro fará sua estreia no Campeonato Brasileiro dia 14/05 contra o São Paulo no Mineirão – Belo Horizonte – MG. Com boas participações nos campeonatos que participa em 2017 a perspectiva para o torcedor cruzeirense é animadora.
Bastidores da vitória celeste sobre o América-MG (Fonte: Site Oficial do Cruzeiro)
  Veja o histórico recente das atuações do Cruzeiro nos campeonatos:
Copa do Brasil:
Após eliminar o São Paulo da Copa do Brasil em resultado consolidado com gol salvador  de Thiago Neves (1ª partida – São Paulo 0 x 2 Cruzeiro / 2ª Partida Cruzeiro 1 x 2 São Paulo) a disputa no domingo (14/05) no Mineirão promete apimentar o início do campeonato. É inegável que a turma do Técnico Rogério Ceni ficou abalada com a eliminação da Copa do Brasil para o Time Celeste.

Campeonato ​Mineiro​:

O nome da vitória no jogo Cruzeiro 2 x 0 América é do uruguaio Giorgian Daniel De Arrascaeta Benedetti. O camisa 10 empolgou a torcida com uma atuação criativa com bons lances e possibilitando aos companheiros boas jogadas.
O primeiro jogo contra o América terminou empatado em 1 x 1 que possibilitou à Raposa seguir para a próxima fase em disputa contra seu maior rival, Atlético Mineiro.
A 1ª partida da final do Mineiro será dia ​30/04 no Mineirão com mando de campo do Cruzeiro.
Mano Menezes, no clube desde 6 de setembro de 2015​, no comando da Raposa​, e com um aproveitamento de 62,5% (fonte: wiki/Mano_Menezes​)​ precisa garantir um resultado positivo para enfrentar na última partida o Atlético.
Histórico do confronto, de 1967 a 2016 (Fonte: Futpédia)
Históricamente o saldo do Cruzeiro em confrontos​, de 1967 a 2016​ (Brasileiro Unificado​)​,​ no​ Mineirão,​ tendo o​ Cruzeiro como mandante ​é positivo​ (​t​otal de​ 31 jogos​ – fonte:futpedia)​ com um total de 10 vitórias.
O confronto final será dia 07/05​, com mando de campo para o Galo.
C​omo o campeonato Mineiro não apresenta um ritmo forte de jogo para os 12 times que iniciam a temporada, sem ritmo e, ainda, precisando de vários acertos na montagem da equipe, a conquista do título no Campeonato Mineiro, ​​será muito importante ​para fortalecer ​o Cruzeiro no início do Brasileirão.
Mano enaltece o trabalho da equipe após superar o rival mineiro (Fonte: Site Oficial do Cruzeiro)
De acordo com Mano apesar das dificuldades  “O América iniciou bem o jogo e nós não começamos, mas corrigimos mais cedo do que na quarta-feira, contra o São Paulo. Depois do primeiro gol, que deu tranquilidade, conseguimos controlar e não sofremos mais. Voltamos no segundo com propósito de marcar mais gols. E a equipe se sentiu segura à medida que o tempo passava. O América fez jogada bem feita com o Ruy, que o Rafael fez grande defesa. A atuação do América valorizou nossa classificação à final. Foram dois jogos bem jogados, Agora, a história é outra. Final é final”.
Veja a comemoração do Cruzeiro depois da vitória contra o América.

​​Copa da ​Primeira Liga​:

Um dos mais novos campeonatos criados a Primeira Liga, fundada em 10 de setembro de 2015​ e formada por 18 clubes (Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense; Sport Club Internacional; Avaí Futebol Clube; Associação Chapecoense de Futebol; Criciúma Esporte Clube; Figueirense Futebol Clube; Joinville Esporte Clube; Paraná Clube; Clube Atlético Mineiro; Cruzeiro Esporte Clube; América Futebol Clube; Clube de Regatas do Flamengo; Fluminense Football Club, Ceará Sporting Club; Atlético Clube Goianiense, Londrina Esporte Clube; Luverdense Esporte Clube; Grêmio Esportivo Brasil​)​ inciou a copa com 5 grupos.
O Cruzeiro, no grupo C, estreou com vitória sobre o Atlético por 1 x 0, gol de Arrascaeta. Na 2ª rodada venceu com 2 gols do atacante, argentino, Ramon Ábila sobre a Chapecoense.
Encerrando a fase de grupos a Celeste empatou em 0 x 0 com o Joinville.
A próxima fase será as quartas de final com mando de campo do Cruzeiro no dia 30/08.
                  (Fonte:Site Oficial do Cruzeiro)