Flacelona ou Ibismengo?

Campeonato Brasileiro Série A – Flamengo x Atlético/MG – 13/05/2017
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Depende.

Se estivermos analisando os primeiros tempos do maior do mundo, podemos facilmente confundir o time com o clube catalão. No entanto, quando o assunto é a volta do intervalo, já parece que o pior time do mundo entrou em campo vestindo nosso uniforme.

É verdade que esse panorama melhorou (bastante) nesse ano, mas ainda não é suficiente. Não importa se não temos Diego, ausente por lesão, o elenco é volumoso e competente, não se poder fazer segundos tempos tão ruins quanto o que vimos no último jogo, contra o Atlético Mineiro.

Também é verdade que enfrentamos um dos postulantes ao título, mas quando se fala de Flamengo não podemos exigir pouco. Se o time quer alguma coisa maior nessa temporada e não mais carregar decepções, não da mais pra perder pontos em casa, mesmo que para os melhores times.

Mostramos a que viemos (no primeiro tempo), sufocando e amedrontando o Maior de Minas, podendo ter ido para o vestiário com uma larga vantagem, mas ao voltar para a etapa final parecia que algum tipo de jigglypuff cantou para os jogadores flamenguistas no vestiário, que sono! Sorte a nossa que o Rafael Vaz estava na linha correta no momento propício para evitar dois gols. Alívio e preocupação.

Agora é aguardar a quarta-feira, quando teremos que nos preparar para não ter um ataque do coração.

Avante, mulambada!

Palpites do Mulambo: G-6 e Z-4

Para fomentar a resenha e a posterior zueira fomos convocados a deixar nossas projeções de tabela para esse campeonato. Já vou deixar as minhas antes que comece, pra não dizer que estou trapaceando.

Os times que deixarão a Série A em 2018 serão:

20º – Avaí – será o saco de pancadas do ano.

19º – Atlético Goianiense – Ainda não aguenta o tranco da elite.

18º – Coritiba – Sempre figurando aqui embaixo, dessa vez vai, infelizmente.

17º – Bahia – Não vejo força no elenco deles pra suportar a pressão.

É, o Vaixcão dessa vez ficará na primeirona por mais tempo. Chapecoense vai passar um aperto, mas se safará no fim.

 

Quem vai se dar bem serão:

6º – Fluminense – a molecada deles deu um trabalho esquisito pra gente, vão morder a última vaga pra Liberta.

5º – Botafogo – Jair Ventura, o Simeone brasileiro, vai dar conta novamente de levar o foguinho adiante.

4º – Atlético Mineiro – Sempre lá em cima, o Galão da massa vai bem na Libertadores e não disputará o título do Brasileirão.

3º – Palmeiras – Não estou louco. Acredito que o foco seja o torneio continental também, que tem tudo para levarem.

2º – São Paulo – Apesar das recentes eliminações, eu acho esse time muito consistente. Pratto e Cueva são bem acima da média e levarão o tricolor novamente às Américas.

1º – Flamengo – Claro, com um pouco do básico clubismo e torcida. Mas não está muito fora da curva esse palpite, o elenco é grande e qualificado, teremos a Arena da Ilha para formar um caldeirão e a torcida vai apoiar. O HEPTA virá, já sinto o cheirinho.

Que comecem os jogos.

 

Avante, mulambada!

Expectativas rubro-negras

E vai começar o Campeonato Brasileiro 2017, finalmente!

Pra nós flamenguistas a expectativa é grande, não é mesmo?

Pois é exatamente o que eu percebo ao conversar com qualquer um rubro-negro, vamos listar as razões:

1 – Fazia tempo que não víamos um elenco tão recheado de peças de substituição à altura dos titulares.

2 – Um ótimo campeonato em 2016, até mesmo além das expectativas do começo do ano, e houve manutenção dos jogadores mais importantes.

3 – Finalmente nosso centro avante começou a jogar o que sabe. Guerrero está numa fase incrível, como só pudemos ver anteriormente no Corinthians. Me arrisco a dizer que nesse começo de ano ele está ainda melhor do que na época que jogava em São Paulo.

4 – Temos um meia, camisa 10, de verdade, no qual podemos confiar. Diego se destacou no retorno ao Brasil no Flamengo, tanto que esteve figurando nas últimas convocações do Tite (quem é Guardiola perto desse homão da porra?).

5 – Apesar de não servir de base, fomos campeões invictos do (tosco) Campeonato Carioca. Pelo menos serve pra trazer alguma confiança, afinal, não perdemos nenhum clássico.

É, da até pra olhar para essa imagem e começar a sonhar com mais um título.

Será?

Devemos lembrar que na Libertadores não sobramos, nenhum ponto fora de casa ainda, e nos jogos em casa não podemos dizer que convencemos, apesar dos placares elásticos contra os estrangeiros. Vamos com calma, o ano está só começando e a empolgação pode virar decepções de uma hora pra outra. Sou um grande entusiasta da diretoria e elenco atuais, mas ainda fico com um pé atrás quando se fala em efetividade do futebol flamenguista recente. Espero não assistir mais um vexame na Libertadores, como aconteceu nas últimas participações, para terminarmos o primeiro semestre por cima e, aí sim, começar a pensar grande.

Avante, mulambada!

(Se nos chamam assim pejorativamente, podemos assimilar o “apelido” de maneira positiva. Aqui é torcedor raiz, mulambo mesmo, que sejam gourmet os botafoguenses e tricolores.)